Vacinas

VACINA DO MÊS DE MARÇO – GRIPE

A Gripe, apesar de comumente apresentar a imagem de uma doença benigna, é altamente contagiosa e se manifesta cerca de 24 a 48 horas após o contato com um doente.

 

GRIPE NÃO É RESFRIADO…

A Gripe é causada pelo vírus influenza e apresenta sintomas como: febre alta, fraqueza e dores no corpo enquanto o Resfriado é causado por diversos vírus e tem sintomas mais leves como coriza, espirros tosse e febre, quando presente, é baixa.

 

TRANSMISSÃO DO VÍRUS…

Ocorre através do ar podendo ser transmitida de uma pessoa para outra através da inalação de gotículas expelidas na fala, tosse ou espirro de alguém contaminado.

 

PREVENÇÃO E SEGURANÇA…

A forma mais eficaz de prevenir a infecção causada pelo vírus influenza e reduzir o impacto das epidemias, é através da vacinação. As vacinas registradas pelo Ministério da Saúde, no Brasil, são seguras e bastante eficazes. Produzidas de acordo com as recomendações da OMS, que colhe informações no mundo todo para a definição das cepas que farão parte das vacinas nos hemisférios Norte e Sul, são compostas de vírus inativados e fragmentados, portanto incapazes de produzir a doença.

 

Este ano de 2017 a Organização Mundial de Saúde recomenda a vacina influenza tetravalente contendo quatro cepas (tipos) de vírus influenza:

A/Michigan/45/2015 (H1N1)

A/Hong Kong/4801/2014 (H3N2)

B/Phuket/3073/2013 (Linhagem Yamagata)

B/Brisbane/60/2008 (Linhagem Victoria)

 

 

Porém, a vacina trivalente contendo três cepas ( tipos ) de vírus influenza, seguirá as mesmas recomendações da Organização Mundial de Saúde para sua utilização no Hemisfério Sul, porém fica  a critério.

 

A composição da vacina influenza trivalente – 2017  é a seguinte:

A/Michigan/45/2015 (H1N1)

A/Hong Kong/4801/2014 (H3N2)

B/Brisbane/60/2008 (Linhagem Victoria)


Portanto, a vacina contra influenza tetravalente ( Gripe – 2017 ), terá uma cepa adicional, a linhagem Victoria – cepa B/Phuket.

 


 

PROTEÇÃO E EFICÁCIA…

Aproximadamente 70 a 95% dos vacinados ficam protegidos contra o vírus influenza, em média de 10 a 14 dias após a vacinação. Quanto maior a cobertura vacinal, maior a eficácia da vacina.

 

INDICAÇÕES PARA VACINAR…

- Todas as pessoas a partir dos 6 meses de vida, adultos e idosos.

- diabéticos, cardiopatas ou pessoas com problemas pulmonares como asma ou bronquite.

- mulheres grávidas, podem ser vacinadas no segundo e terceiro trimestre de gestação. Assim, elas ficam protegidas e como os anticorpos passam para os bebês via placenta, ao nascer eles ficam mais protegidos contra a gripe pelo menos por seis meses, idade a partir da qual a vacinação já pode ser indicada.(Oriente-se com seu médico).

- profissionais de saúde, “cuidadores” de crianças e pessoas de alto risco.

- empresas – a gripe é a maior causa de absenteísmo. Vacinar as pessoas inseridas neste contexto é extremamente vantajoso para a empresa e seus colaboradores.

 

CONTRA INDICAÇÕES…

- A vacina está contra indicada à pessoas que tem alergia à proteína do ovo, pois os vírus contidos na vacina são cultivados em ovos embrionários de galinha.

- Pessoas com doenças febris agudas normalmente não devem ser vacinadas até que os sintomas tenham desaparecido.

- A vacina não está indicada para crianças menores de 6 meses de idade.              

 

IMPACTO DA VACINAÇÃO PARA AS EMPRESAS

A gripe é a maior causa de doença, de perturbações na vida diária e absenteísmo no trabalho para a população de 18 a 64 anos de idade.

Em empresas onde a vacinação contra a gripe é adotada, observa-se em média, adesão de 70% dos empregados, o ideal seria que este percentual fosse bem maior. O funcionário que comparece ao trabalho com gripe, além de transmitir o vírus para muitas outras pessoas, não irá produzir como de costume.

Quando a empresa faz campanha de vacinação contra a gripe e estende este benefício aos dependentes, os resultados são ainda mais positivos: a gripe em um filho acarreta noites sem dormir e preocupação. Certamente estes aspectos refletirão na produtividade do colaborador.

A vacinação contra gripe representa não apenas redução de dor, sofrimento e morte, mas também uma grande economia com a redução de doenças.

 

VACINAÇÃO DE CRIANÇAS

Vários estudos demonstram o papel primário das crianças em idade escolar na introdução e na transmissão da gripe aos agregados familiares e, consequentemente, à comunidade.

As crianças adquirem e disseminam a gripe com mais frequência, se comparadas aos adultos.

A incidência de infecção pelo vírus influenza em pessoas de famílias que têm um membro em fase escolar é maior do que aquelas que não tem.

Isto indica que as crianças desta faixa etária representam um papel importante na disseminação do vírus da gripe na comunidade.

Está provado que crianças vacinadas contra a gripe apresentam baixo percentual de complicações respiratórias e também menor incidência de otites e de pneumonias.

 

ESQUEMA DE VACINAÇÃO PARA CRIANÇAS E ADULTOS

Idade                                    Dose(ml)                         Número de doses

6-35 MESES………………………….0,25 ml………………………………………………1-2*

3-8 ANOS……………………………..0,5 ml………………………………………………..1-2*

>9 ANOS………………………………0,5 ml………………………………………………..1

*Apenas no primeiro ano de vacinação, à criança são recomendadas duas doses, com intervalo de 30 dias.


Exibir mais dicas & artigos
Rua: Dr. Francisco Búrzio, 862, Sl 01 - Centro Ponta Grossa - PR - CEP 84010-200
Fone: (42) 3222-5054/3025-7991
E-mail: vacinalar@vacinalar.com.br
logo vacinalar

©2011 Vacinalar | Desenvolvido por: Espécie Soluções Web

Espécie Soluções Web